Últimas notícias

4ºBPM ZONA NORTE DE NATAL/RN, INCANSÁVEL NO COMBATE AO CRIME

DOIS DIAS DE MUITO TRABALHO PARA O COMANDANTE MAJOR LISBOA E SEUS GUERREIROS DO 4ºBPM, UMA GRANDE APREENSÃO, VÁRIAS PRISÕES E UMA TRANQUILIDADE MAIOR A POPULAÇÃO DA ZONA NORTE DE NATAL


Quinta feira dia 14 de julho, o grupo de inteligência do 4ºBPM  junto com a Força Tática 01, numa investigação, diga-se de passagem gloriosa, identificaram o paradeiro de uma carga de cigarros roubada da empresa Souza Cruz, cerca de (3.840) três mil oitocentas e quarenta carteiras de cigarros, avaliados em mais de R$60.000,0 sessenta mil reais, (26) vinte e seis caixas de papel para enrolar cigarros e (16) dezesseis caixas de fumo Trevo.


Parte da carga roubada estava dentro de uma residência na rua Germínio Benigno, 486, conjunto Vale Dourado, Bairro Nossa Senhora da Apresentação, e a outra parte na cantina São Luiz localizado na rua Santa Luzia, 1415, conjunto Vila Paraíso, Bairro do Igapó.


Foram conduzidos para a delegacia especializada Deprov, o proprietário do supermercado local onde foram localizados (04) quatro caixas do produto roubado, e o proprietário da residência onde foram localizados mais (06) seis caixas da referente carga de cigarros.


A quadrilha que realizou o roubo da carga não foram localizados, apenas um integrante da quadrilha foi preso e identificado, trata-se de José Cândido Ribeiro, mais conhecido como (Japonês), que conduzia um Celta vermelho de placa NNU 4311. O Japonês  tem passagem pela Delegacia especializada por roubo de cargas, e ficou preso a disposição da justiça.

Os proprietário da Cantina São Luiz localizado na rua Santa Luzia, Vila Paraiso 1415, e da residencia na rua Germínio Benigno, nº486, Vale dourado, ambos foram autuados em flagrante pelo crime de receptação de carga roubada.





Segundo o Comandante do 4ºBPM  Major PM Marcos Antonio de Oliveira Lisboa: "Temos uma das melhores tropa da Polícia do Estado do Rio Grande do Norte, policiais comprometidos, com um alto nível técnico profissional, saberemos reconhecer todos os esforços desempenhados por esses guerreiros (Praças e Oficiais), com elogios em suas fichas pessoais, todavia, não poderia em hipótese alguma ser diferente, pois aqui a pegada é essa, união, operações diárias, contínuas e necessárias..."





Tenho dito,


Beto Nazário













Nenhum comentário