Últimas notícias

MAURÍLIO O MAQUEIRO É SÓ MAIS UM, MUITO TRABALHO, EMPENHO E NENHUM RECONHECIMENTO

Maurílio o Maqueiro
Quem de nós, grandes ou pequenos desportistas do RN nunca ouviu falar de Marílhio o maqueiro? Marílhio é o mais antigo, para não dizermos o mais velho de nossos maqueiros aqui do RN e ex-funcionário da (FNF) Federação Norte-rio-grandense de Futebol.



Maqueiro para quem não conhece é uma profissão da maior importância dentro do futebol, ele é o que garante aos jogadores quando machucados um atendimento mais rápido e preciso dentro das 4 linhas, e Maurílhio era esse que desempenhava seu trabalho com muito profissionalismo, teve até a oportunidade de carregar algumas figuras milenares do futebol Brasileiro porque não dizer mundial como: “Garrincha” ex-jogador do Botafogo/RJ durante uma partida comemorativa onde jogou pelo Alecrim fc/RN contra o Sport de Recife no estádio Juvenal Lamartine em 1968, carregou também em sua maca Marinho Chagas ( a bruxa assim conhecido do mundo inteiro) o renomado lateral esquerdo do ABC FC e da seleção Brasileira durante a copa de 1974 e tantos outros jogadores importantes de história futebolística.

Hoje, por ironia do destino, depois de prestar relevante serviço ao esporte de nosso Estado por longos e cansativos anos, Maurílhio o maqueiro passa por momentos difíceis em sua vida, ao invés de gozar de uma aposentadoria tranquila com direitos e garantias previstas no "artigo 5º de nossa constituição" onde afirma categoricamente "que todos são iguais perante a lei", todavia com 68 anos de idade se encontra cego e com muita dificuldade de se locomover, privando-se até de uma condição básica que são as 3 refeições diárias, alimentação inerente a vida de qualquer ser-humano, sem falar na falta de uma Saúde de Qualidade, que para muitos em nosso país se tornou uma frustrante Utopia.

Por falta de familiares que o ajude hoje vive ao DEUS dará, sem nenhuma perspectiva de vida. É, por mais que pensamos e analisemos nossas vidas, nenhum de nós tem a garantia de um futuro promissor, sem nenhuma dificuldade, e ver o amigo Maurílhio hoje na situação que se encontra nos traz a certeza que o futuro literalmente é incerto e duvidoso.

A própria bíblia nos diz com os ensinamentos do nosso senhor Jesus Cristo: “Ajudar sem olhar a quem”.

É meus irmãos, os dias que virão são obscuros e incertos, e aqueles que agonizam nas longas esperas por singelo favor nos pedem uma ação mais rápida e enérgica, porque por mais que entendamos o que se passa com o nosso próximo, toda teoria é distante do real e é só no sofrimento que nos é ensinado a dor da precisão e o valor da caridade.


Beto Nazário.

Nenhum comentário