Últimas notícias

INVESTIGAÇÃO A POLICIAIS MILITARES DO RN FAZEM SEUS FAMILIARES PAGAR UM PREÇO MUITO ALTO POR ISSO

Enquanto dormiam, famílias de policiais militares tiveram suas residências arrombadas,  suas dignidades ultrajadas pela Força nacional da Policia Civil e Ministério Publica. 

Segundo se veicula nos meios de comunicação de nosso estado, a Força Nacional da Policia Civil e  o Ministério Publico da cidade de Mossoró, munidos de mandatos de prisão, invadiram ontem nas primeiras horas da manhã casas de Policiais Militares, para garantirem uma determinação judicial.

Um mandato de prisão dever ser respeitado e acima de tudo cumprido como forma de garantir a supremacia do estado, mas nesta ação, os agentes da força nacional da Policia Civil, adentraram nas residências, segundo testemunhas (Familiares) que presenciaram a ação, quebraram portas, danificaram objetos pessoais, ultrajaram o principio da dignidade da pessoa humana, pois famílias crianças e idosos e mães, ainda se encontravam dormindo, quando foram acordados aos gritos e palavrões.

Devemos ressaltar que esses Policiais Militares estão apenas sob investigação, e se encontram sob a condição de acusados, levando também em consideração algumas particularidades, dos mesmos estarem no pleno exercício de suas atribuições funcionais, com endereço fixo e trabalhando em suas respectivas unidades de comando.

Todavia, todos esses PMS poderiam ter sido intimados por ordem de seus comandantes a se apresentarem de maneira espontânea nas suas unidades, tendo em vista ser uma característica, uma condição indispensável a PM, tanto a disciplina como o respeito a uma ordem direta.


Dessa forma, se respeitaria acima de tudo a instituição POLICIAL MILITAR e se poupariam familiares  desse tratamento desumano, desse espetáculo de horrores, desagradável e humilhante, classificados como arbitrários por todos que tomaram conhecimento.

Assim, dentro de um contexto jurídico, devemos analisar tal postura da força nacional da Polícia Civil e Ministério Público do RN, uma vez que, diante dos fatos expostos por testemunhas teve seus excessos, ferindo Princípios Constitucionais garantidos a todos em nossa Carta Magna.







É legal estender aos familiares desses PMS tal situação vexativa e degradante, que fere plenamente os princípios da dignidade da pessoa humana? Uma vez que, qualquer imputação criminal é e deverá ser uma ação personalíssima, tendo em vista, que ninguém pode pagar pelo crime do outro.




Tenho dito,



Beto Nazário










Um comentário

Unknown disse...

se mpre nossa policia militar paga um preço alto e deferente sendo que e quem estar diariamente lidando com os maus feitores no dia adia nas ruas deixando suas familias em casa esem saber se voltar vivo e ou morto sem apoio de ninguem e sim de nosso grande deus