Últimas notícias

Polícia Militar (4ºBPM Zona Norte, Natal/RN), Trabalho e dedicação contra o crime.


01/04/2012

POLICIAIS MILITARES FRUSTAM TENTATIVA DE ASSALTO NA ZONA NORTE

POLICIAIS MILITARES FRUSTAM TENTATIVA DE ASSALTO NA ZONA NORTE
    Policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar, na zona Norte, abortaram uma tentativa de assalto contra pelo menos oito pessoas que estavam numa parada de ônibus próxima à Avenida Dr. João Medeiros Filho, na altura do Conjunto Alvorada. A investida dos dois assaltantes ocorreu no início da manhã deste domingo (1), por volta das 5h30min. Gilberto Pires de Medeiros, de 55 anos, conduzia um veículo modelo Gol (placas Natal - MZJ 0531) e Marcelo Roberto da Silva, de 28 anos, seguia no banco do carona.
   Ao notarem a presença das pessoas no ponto de ônibus, Gilberto parou o carro e Marcelo desceu anunciando o assalto. Ele pedia para que as mulheres e os homens jogassem os celulares, dinheiro e carteiras no chão e não se movessem. A dupla não esperava, entretanto, que os policiais da viatura 422 - Gramoré, percebessem a investida. De acordo com o soldado Freitas, a viatura entrou na avenida onde os marginais tentavam roubar os cidadãos no momento em que Marcelo sacou a arma da cintura.
   "Nós paramos a viatura, descemos e eles não perceberam. Somente quando apontamos nossas armas para eles foi que eles notaram que eram policiais", relatou o soldado Freitas. O bandido que estava fora do veículo atirou contra os policiais enquanto entrava no carro para fugir. Durante a perseguição, os militares atiraram contra o veículo e Marcelo acabou sendo atingido. Gilberto, o motorista, abriu a porta do lado do passageiro e empurrou o comparsa para fora do veículo. Marcelo caiu na avenida enquanto os policiais perseguiam Gilberto. Um deles, porém, desceu da viatura para custodiar o baleado e impedir sua fuga.
    A perseguição acabou numa rua sem saída, na qual os policiais encurralaram Gilberto. Ele também foi atingido por um disparo na coxa direita. Na lataria e no vidro traseiro do lado do motorista, as marcas de tiro ainda são visíveis. No banco ocupado por Marcelo, ficaram nódoas de sangue. Marcelo foi socorrido por uma ambulância do Samu e conduzido ao Hospital Santa Catarina. Gilberto foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Zona Norte para ser autuado em flagrante.
     Tanto ele quanto Marcelo, respondem a processos por tráfico de drogas e assaltos à mão armada. Ambos cumpriam pena no regime semiaberto do Complexo Penal Dr. João Chaves e os policiais suspeitam que eles cometeram o crime após terem deixado a unidade prisional no início da manhã de hoje. Na delegacia, Gilberto negou qualquer envolvimento com atividades ilícitas. "Eu assumo que sou usuário de crack. Eu ia comprar a droga e os policiais estão dizendo que eu ia cometer um assalto. Eu sou dono de um frigorífico na Redinha e nunca pratiquei ato ilícito", defendeu-se.
     A ficha criminal dele, porém, prova o contrário. Ele tem várias passagens pela Polícia e foi sentenciado por tráfico de drogas. Além disso, a Polícia Civil investiga sua participação em uma quadrilha de assaltantes. Já Marcelo, que cumpre pena por assalto à mão armada e tráfico, foi indiciado a cumprir pena até o dia 17 de janeiro de 2019. Os policiais que realizaram a captura dos bandidos, Sds. Câmara, Freitas e o comandante da viatura, Sd. Almeida, suspeitam que Marcelo tenha roubado a arma de um policial militar que estava ontem à noite à paisana na área de lazer próxima ao Supermercado Nordestão do Conjunto Santa Catarina.
        Os policiais apreenderam com Marcelo Roberto da Silva um revólver marca Taurus de seis tiros calibre 38, com três balas usadas, duas intactas e uma que "bateu catolé" (não disparou). Além disso, dentro da carteira do assaltante, os policiais visualizaram a Guia de Execução Criminal de Marcelo, que detalhava seus crimes e o tempo de pena por cada um deles. Em 2006, ele foi sentenciado por assalto à mão armada, dois anos depois pelo mesmo crime e, em 2009, por uma fuga. Foi encontrada, ainda, em poder de Marcelo, uma pedra de crack.

FONTE: TRIBUNA DO NORTE

Nenhum comentário